Beleza masculina: como os homens buscam ser cada vez mais modernos e práticos?

Beleza masculina: como os homens buscam ser cada vez mais modernos e práticos?

Tudo está em constante evolução e progresso. Assim é com a Ciência, que descobre um novo organismo, com a Nutrição, que encontra benefícios em novos alimentos e com a Beleza, que encontra novas formas de valorizar a unicidade de cada um. A beleza masculina, no entanto, vem nos mostrando que homens modernos estão ganhando espaço.

Além das mudanças intensas que o homem da antiguidade sofreu, ele também passou por transformações em suas crenças, valores e percepção de mundo.

Dentre mudanças no corte de cabelo, uso de perucas, bigodes bem desenhados, acessórios marcantes e o símbolo de masculinidade enaltecido, hoje temos homens mais livres, autênticos, práticos e que se preocupam com a imagem que passam ao mundo.

Foi por meio das mudanças nos comportamentos sociais que o símbolo de beleza dos homens também foi se alterando. No entanto, mais do que nunca, vivemos o ápice do que chamamos de mercado que se preocupa com homens e homens que se preocupam com homens.

Saiba mais sobre este assunto que está dando o que falar 😊

 

 

Mudamos!

Os homens já passaram pelo estilo engomadinho, sensual, roqueiro, formal, barbudo e romântico, até chegarem à atualidade que chamamos de modernidade livre.

Isto é: o mercado e os comportamentos sociais evoluíram tanto que hoje o homem se sente muito mais livre para ser quem realmente é e desencanado das amarrações sociais.

Veja algumas das mudanças:

 

Na Antiguidade

Nos tempos da Grécia e Egito Antigo, os homens eram o símbolo principal de beleza daquela sociedade. Para serem aceitos, eles precisavam se vestir com mangas bufantes, perucas autênticas e esconder as imperfeições da pele com bastante maquiagem.

Além disso, o culto ao corpo também era símbolo da beleza masculina.  Não é por menos que artistas renomados da época, como Michelangelo, produziam esculturas para a valorizar e cultuar o corpo do homem.

 

Denominada “Davi”, essa obra de Michelangelo retrata uma figura cheia de força para enfrentar seu adversário.

Na Idade Moderna

Neste período, o culto ao corpo masculino foi sendo substituído por cabelos bem alinhados, bigodes ralos e grandes representações na arte (como no sapateado, jazz, oratória e cinema).

Além disso, a imagem do homem forte e atleta perdeu espaço para o charuto e copo de uísque, que compuseram as representações da época.

 

Representação clássica do homem do início do século XIX. – Imagem: Wikipédia

 

Após as Guerras

As Guerras Mundiais vieram para trazer mais uma manobra na representação da beleza masculina. Se o padrão era cada fio do cabelo e da barba no seu lugar, penteados mais livres e descontraídos ganharam espaço.

 

De 1950 a 1970

Aqui a imagem do corpo masculino volta a ser cultuada e os homens se tornam símbolo de sensualidade, traços marcados, força e desejo. 

 

Imagem marcante dos homens dessas décadas. – Imagem: Pinterest

1970 e o Festival Woodstock

O Festival, que defendia um estilo hippie e a liberdade de poder ser quem é, chegou para revolucionar a beleza. Homens se sentiam mais livres para não se preocupar tanto com a aparência e fazer menos intervenções ao que lhe era natural.  

Com o tempo, toda essa naturalidade ganhou força e espaço na sociedade, afinal, o natural aparenta ser mais real e valorizar mais as características de cada um.

Convenhamos que nada mais libertador do que ser exatamente quem você é, né?

 

A partir dos anos 2000

Os homens passaram a se cuidar mais, a se preocupar mais com sua estética e com procedimentos estéticos que rejuvenescessem sua beleza sem tirar o toque de naturalidade.

Ou seja: homens modernos se preocupam em envelhecer com saúde e já investem em cosméticos e procedimentos para isto.

Em contrapartida, não querem que seja algo perceptível e emborrachado: anseiam ser quem são e se cuidar sem julgamentos.

 

O mercado que se preocupa com os homens

Com o tempo, a preocupação com a aparência se disseminou tanto entre os homens, que se tornou um símbolo da modernidade.

Percebendo a demanda cada vez mais latente, a indústria da beleza precisou inovar para atender ao novo mercado de consumidores que não queria ser representado por mulheres ou utilizar produtos pensados somente no público feminino.

A nova geração quer produtos próprios, cujo lançamento seja pensado em suas reais necessidades, e barbearias com profissionais especializados em cuidados masculinos.

 

 

 

 

Pensando na naturalidade, versatilidade e praticidade que os homens procuram, desenvolvemos uma linha inspirada no homem moderno:

 

 

 

 Se quiser rejuvenescer sua beleza e ter sua saúde transformada, clique aqui. A beleza masculina já faz parte das preocupações de homens que se preocupam com o futuro!

 

Com carinho,

Clorofitum.

Escreva um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *