Low Poo e No Poo: acabe de vez com o cabelo ressecado

Low Poo e No Poo: acabe de vez com o cabelo ressecado

Para você que caiu aqui sem saber do que se trata, a gente explica: No e Low Poo são técnicas de lavagem capilar.

Falando em nosso querido português, o No Poo é uma técnica de lavagem sem shampoo e, o Low Poo, uma técnica que utiliza menos shampoo. Ambas foram, de início, voltadas para os cabelos cacheados e nessa dificuldade um pouco maior que eles possuem em deixar a hidratação natural dos fios chegar até as pontas. Por isso essa limpeza com os shampoos, mais forte e agressiva, foi repensada: justamente para que não se perca essa hidratação que o nosso próprio couro cabeludo produz.

Mas olha, independente do seu tipo de cabelo, você pode sim aderir ao No e Low Poo, desde que faça sentido dentro da sua rotina e das necessidades do seu fio. Se eles forem lisos porém muito ressecados, vale a pena testar. É só ler tudo o que a gente tem para te contar, adquirir os produtos certos e testar o que melhor se adapta para você.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Clorofitum Cosméticos Oficial (@clorofitumcosmeticos) a

No Poo X Low Poo

A diferença linguística a gente já sabe, mas e na prática, o que muda?

Ambos os tratamentos pretendem eliminar o uso de substâncias agressivas para os fios, fazendo com que eles fiquem mais hidratados, nutridos, saudáveis e brilhantes.

Leia também: Tudo sobre o cronograma capilar!

Num geral, o No Poo elimina totalmente o uso de químicos que são bem agressivos, como os sulfatos, retirando então o shampoo da rotina de lavagens.

Já o Low Poo permite agentes de limpeza que sejam mais leves para o cabelo, liberando o uso de shampoos específicos (muito conhecidos como os liberados, viu?).

A ideia é que todos os produtos utilizados no cabelo a partir de então, incluindo máscaras e óleos, sejam liberados para essas técnicas. Isso porque algumas substâncias que compõe boa parte dos cosméticos, como alguns tipos de silicone e petrolatos, precisam de um agente de limpeza mais forte para retirá-los do fio. Se você não faz uso desse agente, essas substâncias acumulam com o tempo. Fez sentido?

Os sulfatos e os petrolatos, por exemplo, são proibidos em ambas as técnicas. Alguns tipos de silicone são liberados no Low Poo, já que os shampoos de limpeza mais leve conseguem retirar essa substância. Para o No Poo, apenas os silicones solúveis em água são liberados. E por aí vai… Muita coisa pra decorar né? Se você clicar aqui vai conferir uma lista completa com todas as substâncias proibidas e liberadas para essas técnicas. Aí é simples: guarde sempre ela com você e leia os rótulos antes de adquirir os produtos.

Mas eu já ouvi falar de um tal Co-wash

O Co-wash é uma técnica de limpeza muito usada no No Poo. Ela utiliza um condicionador específico para Co-wash que vai limpar o seu cabelo ao mesmo tempo em que condiciona. Ele pode ser aplicado no couro cabeludo e o ideal é que seja feita uma boa massagem na hora da aplicação, bem como é fundamental retirar totalmente o produto após o término da lavagem.

Colocando em prática!

Se você se interessou e quer conhecer os resultados no seu cabelo, a gente recomenda que você comece pelo Low Poo. De início, é preciso retirar todas as substâncias não liberadas que estão no seu fio, ou seja, você deve lavar o seu cabelo com um shampoo de limpeza mais pesada. Aí você segue sua rotina normal: hidrata, condiciona, mas sempre com produtos liberados. Nas próximas lavagens, você já segue a técnica completinha, com o shampoo sem sulfato.

O Co-wash tá liberadíssimo mas, atenção: pelo menos uma vez na semana (ou o tanto que o seu cabelo demandar, isso é bem pessoal) você precisa usar um shampoo sem sulfato nessa limpeza dos fios porque só os agentes do Co-wash não dão conta. Isso se você faz Low poo, ok?

Já quando você quiser começar o No Poo é só seguir, também, a primeira etapa: lavar com um shampoo de limpeza profunda. A partir daí não tem mais shampoo. Você limpa os seus fios com a técnica de Co-wash e segue normalmente o uso de máscaras, cremes para pentear, desde que liberados para No Poo.

Entendendo melhor: tudo o que for liberado para No Poo é liberado também para o Low Poo. Mas, nem tudo que é liberado para Low Poo vale para o No Poo.

Agora que você já conheceu mais das duas técnicas, o ideal é testar e ver qual se adapta melhor à sua rotina, seus fios, observar como o cabelo produz a oleosidade natural e ir adaptando os produtos, a quantidade, o número de lavagens… até chegar no ideal para você. Se ficou alguma dúvida pode comentar aqui! E não se esqueça de acessar a lista com as substâncias proibidas e liberadas.

Leia também: Como cuidar dos cabelos cacheados!

 

Escreva um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *